Saiba quem pode vender na Amazon e ganhar dinheiro nesse marketplace

Tempo de leitura: 3 minutos

Para todos os empreendedores que vendem online, a Amazon tem se tornado uma opção de marketplace interessante. No entanto, muita gente não sabe quem pode vender na Amazon.

Em primeiro lugar, saiba que um dos diferenciais é que conforme as vendas vão acontecendo, você pode ir subindo de nível. De que forma? De várias formas. Por exemplo, através das avaliações dos clientes ou fazendo anúncios de produtos específicos, que estão em alta hoje em dia.

Aliás, vamos terminar a introdução por aqui. Mas, considere que nos próximos tópicos, a gente vai explicar qual é a ideia de vender na Amazon. Inclusive, vamos detalhar sobre quem pode fazer isso, os custos e como anunciar no marketplace da Amazon. E aí, gostou da ideia? Acompanhe.

A ideia de vender na Amazon

Para começo de conversa, talvez você conheça pouco ou só tenha ouvido falar da Amazon. Porém, na prática, pode ser que saiba como funciona. Afinal, é muito próxima do Mercado Livre, com a diferença que se tem uma grande marca por trás.

Assim, você pode oferecer os seus produtos nesse marketplace e fazer toda a administração das vendas pelo aplicativo de celular, chamado de Amazon Seller.

E dá para vender itens de várias categorias. Primeiramente, podemos pensar nos produtos para bebês, de câmara ou fotografia, roupas e sapatos, eletrônicos, casa e cozinha, jardim e piscina, ferramentas, produtos de escritório, esporte e lazer, computadores, entre outros.

E quem pode vender na Amazon

Bom, se você empreende online, com certeza, vai poder vender na Amazon. Mas, para ter a certeza disso, vamos conhecer os requisitos, em termos de documentos obrigatórios, que a empresa exige dos seus novos parceiros.

Basicamente, a gente precisa considerar os dados pessoais do empresário, sendo o nome do titular da conta, o endereço de e-mail, o número do telefone celular. Depois, vem as informações da loja online também, que são

  • Razão Social,
  • Endereço Comercial,
  • Nome Fantasia,
  • Conta Bancária Empresarial,
  • Cartão do Titular da Conta (há custos),
  • CNPJ da Empresa.

Durante todo o processo de cadastro, a Amazon também pode cobrar alguns comprovantes, como de endereço e de movimentação bancária. Dessa forma, em cada opção dá para optar por vários dos documentos que comprovem os dados, como conta de luz, de água ou internet.

Os custos para anunciar na Amazon

Como a gente comentou acima, no item do cartão de crédito, considere que há alguns custos cobrados ao anunciar na Amazon.

Por exemplo, tem o plano profissional de vendas, onde dá para ter uma assinatura de R$ 19 mensais ou um plano individual, onde se paga apenas R$ 2 para cada venda. Ambos possuem a taxa de comissão sobre cada venda, que varia de 8 a 20%.

De ante mão, saiba que no site da Amazon, você vai encontrar tudo sobre os preços e os planos disponíveis.

Sendo que o plano profissional tem mais vantagens, como uma escala de negócios para a logística, um inventário com planilhas, ofertas em destaque, possibilidade de criar promoções, use de ferramentas integradas, personalização de taxa de envio.

Como anunciar produtos na Amazon

Já que a gente está chegando no fim do artigo sobre quem pode vender na Amazon, vamos falar sobre os passos para anunciar os produtos nessa plataforma. Aliás, não vamos dar todos os passos porque você pode tirar essa dúvida em uma consultoria com a gente.

Mas, você vai ficar sabendo sobre a página do seu produto. Desse modo, ele vai ser anunciado através de um título, com imagens, variações em cores, lista de características, oferta em destaque ou outras ofertas. Além do fato de que você pode descrever o produto por completo.

Os 10 maiores sites de e-commerce do Brasil? Descubra e estude-os!

Ou seja, a Amazon, assim como outros marketplaces, tem possibilita a chance de muitos empreendedores venderem online cada vez mais. Então, já conhecia? Independente disso, nós estamos aqui para tirar suas dúvidas. Bons negócios!