Primeiros passos para começar um e-commerce do zero: conheça 5

Tempo de leitura: 4 minutos

A pandemia e as medidas de isolamento social fizeram muitas pessoas pensarem em trabalhar online. Ou, na maioria das vezes, vender pela internet. Só que ao mesmo tempo surgem muitas dúvidas sobre quais os primeiros passos para começar um e-commerce do zero.

A primeira boa notícia é que você acabou de entrar em um texto que vai falar exatamente disso. Já a segunda boa notícia é que são passos muito simples, que toda pessoa pode realizar em pouco tempo. Se você acha que está na hora de começar, comece por esses passos.

1 – Descubra qual é o seu público-alvo

O primeiro passo é saber quem é o seu público-alvo. Mas, o que é isso na prática? Afinal, muito se fala em público-alvo, persona, meta, cliente, prospecção. Aqui, o que você precisa considerar é o seguinte: o público é quem vai receber as suas informações.

Sim, informações. Isso porque, diferente do que você pensa, nem sempre é ideal oferecer um produto ao cliente de forma direta. Mas, quando se conhece o público, que é quem vai receber a mensagem, você pode criar campanhas muito mais assertivas e lucrativas.

Vamos com calma que é muito fácil entender isso. O seu público pode ser formado pela maioria homens ou pela maioria mulheres. E isso mudaria muita coisa. Assim como pode ser de maioria jovem ou idoso. Além de ter profissionais informais ou doutores em pesquisas.

Entenda que quando você sabe quem é o seu público fica muito mais fácil e objetivo criar uma campanha, um texto, um produto para essa pessoa. No fim das contas, o que você precisa é ter parâmetros para vender. Então, pergunte-se: para quem eu vou vender?

2 – Conheça o seu mercado de atuação

O tópico acima foi para falar sobre o seu público-alvo que é, sem dúvida, o primeiro dos primeiros passos para começar um e-commerce do zero. Só que apenas isto não basta. Agora é hora de a gente falar sobre o seu mercado de atuação também.

Bom, na prática, o que seria isso? O mercado de atuação nada mais é do que o seu campo de jogo, entende? É conhecer o campo do adversário, como se diz nos esportes, sabe? A ideia é você saber onde está entrando, quem vai enfrentar, quem está do seu lado (torcedores), etc.

Aqui, você vai ver que para se destacar no mercado você precisará ter diferenciais. Ou você pode ter um produto que seja único e exclusivo, o que é mais raro, mas pode acontecer. Só que o mais legal de tudo é que você poderá pensar em diversos diferenciais de mercado.

Vamos supor que você tenha um produto mais barato do que o do concorrente. Esse é um diferencial. Assim como um produto de mais qualidade. Ou de múltiplas funções. Ou com certificações. Etc. Assim, a pergunta certa é: por que o público compraria o meu produto?

3 – Crie um planejamento financeiro para investir

O 3º passo que eu considero como um dos mais importantes tem a ver com a parte do investimento. Nesse caso, muita gente acaba virando a cara para dizer que “eu não tenho dinheiro para investir”. No entanto, a boa notícia é que nem sempre se trata de dinheiro.

É isso mesmo. A gente está falando sobre o que você precisa para fazer o seu negócio online funcionar de verdade. Muitas vezes, é verdade, vai precisar de dinheiro. Só que você também tem a possibilidade de começar por conta própria, vendendo apenas o seu esforço e trabalho.

Isso otimiza recursos e, por consequência, minimiza os gastos ou investimentos financeiros. O que importa é que você tenha um plano. Por exemplo: “vou me dedicar 8 horas por dia em 6 meses para fazer o meu negócio online decolar”. Você estaria sujeito a isso?

Outra forma de se planejar tem a ver com a sua formalização jurídica, além de pensar na logística de entrega do produto, no estoque e na plataforma, como falaremos abaixo. Logo, pergunte-se: quanto tempo/dinheiro eu preciso para começar o meu e-commerce do zero?

4 – Estude os principais canais de venda

Como pré-anunciamos acima, agora vem o passo sobre o canal de vendas. Se você subir um pouco a página e olhar tudo o que falamos até aqui vai ver que faz todo sentido. Oras, começamos a falar do público, do mercado e do investimento.

Agora, não adianta nada você fazer toda a lição de casa se você não tem um canal de venda. Na internet existem mil e uma possibilidades de realizar a sua venda. Só que o grande segredo está em descobrir o que é mais viável, seja do ponto de vista financeiro ou da comodidade.

Por exemplo, será que é viável você mandar um motoboy na casa do cliente para receber o pagamento de uma compra? Provavelmente, não. Mas, você mandar um link de pagamento pelo e-mail da pessoa, com os dados corretos, seria bem legal, não acha?

Aqui a gente não tem como falar dos benefícios que existem em vender online. Aliás, você nem precisa de maquininha de cartão e pode aceitar pagamentos de todo o tipo e prazo. A 4ª pergunta que vamos deixar aqui é: por onde eu vou vender os produtos na internet?

5 – Desenvolva as suas estratégias de marketing

O último passo, que não pode ser deixado de lado de forma alguma, tem a ver com a comunicação que você terá com o cliente e com as ferramentas que pode usar para criar campanhas de vendas. Afinal, se você tem um ótimo produto, a ideia é vender ele, não é?

E como vimos no tópico 4, você já tem um canal de vendas, que parte principalmente das plataformas digitais até mesmo o uso de carteiras digitais. Então, agora é hora de fazer o seu produto chegar até o público dentro do mercado que você atua.

Esse caminho é livre porque a internet permite isso. No entanto, o lado ruim é que a concorrência é bem grande, também. Mas, você tem diferenciais, não tem? Então, nada melhor do que criar peças publicitárias, campanhas, textos, vídeos para mostrar isso.

É nessa hora que a minha agência (Seja Notado) pode entrar como parceira do seu negócio. Eu tenho um programa de mentoria, por exemplo, que ajuda você a pensar em como fazer isso. De todo modo, o que importa agora é saber: como anunciar na internet para vender online?

Para saber mais, além dos primeiros passos para começar um e-commerce do zero

Para quem quiser saber mais do assunto, saiba que eu estou com um projeto de sempre criar novos conteúdos aqui para o meu blog. E sempre nessa pegada: de ser educativo, simples, rápido e que realmente ajude as pessoas a dar o pontapé inicial no seu e-commerce.

Então, se eu fosse você eu favoritava o blog aí no seu celular.
Ou você também pode se cadastrar para uma futura mentoria comigo.
Para saber quando novas turmas serão abertas, você só precisa enviar um e-mail para mim.

Obrigado pela atenção e parabéns pela iniciativa.