O que as pessoas mais gostam de comprar na internet: descubra 9 produtos

Tempo de leitura: 3 minutos

Um dado curioso da Méliuz, uma plataforma de cashback, mostra que o brasileiro compra na internet em um número bastante expressivo. Ou seja, são 25 compras por segundo. Mas, o que as pessoas mais gostam de comprar na internet?

É para responder essa dúvida que criamos esse conteúdo. Inclusive, para quem vende, portanto, há um mercado aberto que pode ser ótimo para as vendas online. No entanto, saber o que vender nem sempre é uma tarefa das mais simples. Fomos atrás dos produtos de maior interesse da população.

O que as pessoas mais gostam de comprar na internet

Antes de tudo, vamos a uma pesquisa breve. Sabia que entre agosto e setembro do ano passado, os itens mais procurados no Google Shopping foram além das máscaras faciais e dos fones de ouvido?

Isso porque tivemos um grande boom em outras categorias como dos smartphones, video games, TVs, camisas de clubes, entre outros.

Em outra versão, quando a gente considera o Mercado Livre como e-commerce das compras mais feitas nesse período, a gente também tem algumas novidades. Por exemplo, os produtos eletrônicos, como notebooks. E há outros. Por exemplo, bermudas, bonecas, relógios e até mesmo guarda-roupas, além dos fones de ouvido.

De smartphone a bonecas

Considerando isso, nós separamos os itens mais diferentes nessas duas plataformas de buscas e compras de produtos da internet que são o Google Shopping e o Mercado Livre. Em seguida, nós colocamos uma média de valor para você ter uma ideia do ticket médio.

  1. O Galaxy Note 10 Plus foi um dos mais procurados – o preço parte de R$ 2,1 mil
  2. Do lado das TVs, a de 32 polegadas foi a preferida – elas custam a partir de R$ 700
  3. O Nintendo Switch Lite teve muita procura também – a partir de R$ 1,2 mil
  4. A camisa do PSG, o clube francês, caiu no gosto do público – dá para achar por R$ 80
  5. O Notebook Gamer Aspire Nitro fez sucesso no ML – custa mais do que R$ 5 mil
  6. Um kit com bermuda, moletom e tênis também foi sucesso – com valor de R$ 109
  7. O Guarda Roupa de Casal Mônaco teve ótimas vendas no ML – parte de R$ 600
  8. A Boneca Bebê Reborn sempre é um brinquedo visto – parte dos R$ 200
  9. E o Relógio Smartwatch B57 foi boa opção de compra no ML – custando R$ 180

Um dos pontos mais legais de ver nesse estudo é que os preços dos produtos são bem variáveis. Por exemplo, eles partem de R$ 80 e vão para mais de R$ 5 mil. Ou seja, há mercado para todos tipos de produtos e preços.

Os setores que sempre estão em alta

Outro dado legal que podemos estudar é o que diz que mesmo em épocas de pandemia, as pessoas não deixam de comprar. Assim, há setores que conseguem manter o bom índice de venda. Aliás, nós também fomos atrás para descobrir quais são eles. Veja.

  • Perfumaria e Cosméticos,
  • Eletrônicos,
  • Moda e Acessórios,
  • Casa e Decoração,
  • Eletrodomésticos,
  • Assinaturas (livros, jogos, apostilas, cafés, revistas)
  • Telefonia e Celulares,
  • Esporte e Lazer,
  • Informática,
  • Alimentos e Bebidas.

Esse dado também explica a pesquisa que indicamos anteriormente, onde a gente viu que os celulares e TVs estão entre os mais vendidos assim como bonecas e roupas. Mas, o que será que isso quer dizer? Que existe uma grande diversidade de produtos os empreendedores digitais têm em suas lojas virtuais.

Por que você não está vendendo ainda?

Para concluir o assunto, vamos deixar aqui uma reflexão bem bacana. Você sabia que recentes pesquisas mostram que há 4 motivos que levam muitas pessoas a desistirem de suas compras online? Dessa forma, essa simples informação pode representar os motivos para que você não esteja vendendo bem ainda.

Tipos de e-commerce – descubra qual desses 6 é o seu!

Dessa forma, entre os motivos, podemos ver que está a falta de confiança para inserir os dados do cartão de crédito, o medo de não receber o item que comprou, a enganação sobre o pagamento da compra e o fato de não acharem que os preços são realmente bons. Logo, dá para começar a aumentar suas vendas pensando nisso.  Então, vamos nessa?