O que é operador fulfillment e como ele pode ajudar a logística do seu e-commerce

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma alternativa que se torna viável para muito e-commerce que não se dá bem com as transportadoras é o operador fulfillment. Você sabe o que é isso e para que ele serve ou como funciona? É um processo especializado na logística e tem ajudado muitos empreendedores.

Vamos ser práticos: temos uma forma organizada de preparar os itens e as mercadorias ou os produtos a serem enviados para os clientes, de modo que isso inclui não apenas o envio, mas também o armazenamento, a embalagem, a emissão de etiquetas, a postagem e o transporte.

Se interessou, não é mesmo? É por isso que esse tipo de operador de logística tem feito tanto sucesso no Brasil e no mundo. Então,  se você não conhecia ainda, esse é o momento certo. Veja só.

Para pequenos empreendedores

É legal de observar que o operador fulfillment tem se mostrado alternativa interessante para os pequenos empreendedores digitais justamente porque plataformas como Mercado Livre e Correios possuem uma ótima estrutura logística para isso.

Logo, eles podem servir como armazenagem e os clientes fazem a gestão online do estoque. Ainda não entendeu? Pense em um exemplo realista: o Bling é um integrador que tem relação com o fulfillment dos Correios e permite a gestão online do estoque.

Com isso, além de permitir uma melhor organização dessa parte da empresa, que é o estoque, o empreendedor ainda pode aproveitar outras ferramentas que são oferecidas pelo sistema, como a verificação do recebimento do pedido, a confirmação dos pagamentos e muito mais.

É muito caro ter esse operador fulfillment?

Na verdade, tudo vai depender da relação custo-benefício que você tem com esse serviço. O que nos importa aqui é dizer que essa é uma prática que vale muito a pena para uma boa parte dos empreendedores digitais.

Isso porque ao invés de terem um grande galpão para estocar os produtos, eles podem contar com o espaço, a segurança e vigilância, além da mão de obra e equipamentos, de outra empresa. Para isso, na contramão, o empreendedor paga uma taxa por espaço usado e pedido feito.

Quem usa esse tipo de serviço também possui uma tabela diferente para pagar o frete, que é como uma espécie de descontos. Logo, se você notar que isso é vantajoso para você, ajudando a economizar tempo e dinheiro, então, com certeza, pode valer a pena.

Quais as etapas do operador fulfillment?

Outra dúvida que muita gente tem é sobre as etapas em que esse tipo de terceirização de serviços acontece. Considere que há sim algumas etapas que podem ser consideradas aqui. E é legal saber disso para ver como e o quanto que esse tipo de serviço pode ajudar.

Por exemplo, ele começa com o armazenamento do estoque e isso já significa uma grande economia de custos. Depois, passa pela recepção de pedidos, separação dos itens (processo chamado de picking), embalagem (chamado de packing), transporte e controle da entrega.

Mas, para quem acha que acabou, ainda tem mais: esse serviço, após esse processo entre armazenamento e entrega, ainda serve para o controle de estoque e também para praticar a política de trocas e devoluções, em uma logística reversa.

Isso tudo explica facilmente porque um operador fulfillment tem ganhado tanto mercado e se tornou uma espécie de “ascensão” no e-commerce dos últimos anos.

Por onde começar a usar o operador fulfillment?

Se você tem dúvidas sobre os melhores operadores fulfillment ou se esse tipo de terceirização vale a pena para você, não pense duas vezes antes de nos chamar aqui para mais esclarecimentos. Inclusive, nós estamos disponíveis em várias páginas de atendimento.