A Olist é confiável para vender online?

Tempo de leitura: 2 minutos

Saber se a Olist é confiável para vendas é uma boa ideia para quem quer estar na internet. Afinal, entre tantos marketplaces disponíveis, essa pode ser uma boa ideia para você. E nós vamos contar sobre isso a partir de tópicos que contam sobre como funciona essa plataforma.

Para começo de conversa, saiba que a Olist garante que segue todos os critérios dos marketplaces, sem tolerar atrasos na entrega e respeitando todo o Código de Defesa do Consumidor.

O que é

A Olist é uma plataforma que conecta lojas virtuais com o público. Assim, se torna uma fonte segura entre quem vende e quem compra. Curiosamente, é um lugar em que pessoas que visam vender mais, usando a internet, podem estar.

No Brasil, ela trabalha com os principais marketplaces. Por exemplo, Mercado Livre, B2W e Via Varejo. Dessa forma, é possível anunciar produtos em grandes sites e, ao mesmo tempo, ter acesso a um suporte de gestão, logística e atendimento.

Como funciona

A Olist centraliza a gestão da venda digital. Por isso, saber se a Olist é confiável pode dizer muito para o empreendedor. Afinal, ela vai gerenciar canais de venda, pedidos, estoque, produtos, envios, mensagens e muito mais.

Hoje, há dois caminhos para entender o funcionamento da Olist. O primeiro é que ela permite o processo por conta própria. Ou dá para contratar a equipe deles para prosseguir nas vendas. Ambas podem ser boas soluções para você.

Para quem é

A Olist é uma opção interessante para quem quer vender online. Inclusive, ela não se restringe a um único tipo de vendedor. Assim, tem espaço para pequenas e médias empresas assim como para lojistas online e offline.

Inclusive, grandes marcas podem usar a Olist e até mesmo revendas, franquias ou distribuidoras. Em termos de segmentos, a Olist é ainda mais flexível, já que permite da venda de produtos eletrônicos até mesmo os artesanais.

Como usar

Com tantas soluções, deu para notar que a Olist é confiável para as vendas online, certo? Mas, como usar a plataforma? Atualmente, há vários meios. Por exemplo, a Olist Shops, que é uma vitrine virtual gratuita que disponibiliza produtos em um aplicativo gratuito.

Tem ainda a Olist Store, que é um canal de vendas digital. Depois, a Olist Premium e a Olist Pax. Cada um dos serviços oferece uma vantagem. Por exemplo, a Pax é para quem quer contar com coleta programada, redução do frete, contrato exclusivo, etc.

Quanto custa

Por fim, também é importante saber que tudo isso tem um custo. Hoje em dia, a Olist tem o plano mais básico, chamado de lite, que custa R$ 29,90 mensais e tira 21% de comissão do vendedor, além da soma do frete.

Veja qual é a comissão do marketplace das Americanas

Outro plano é o básico, que tem valor de R$ 99,90 no mês. E ainda vem o PRO (R$ 249,90 no mês) e o PREMIUM (valor não informado). Cada um deles conta com suas vantagens, que vai do cadastro de produtos até o gerenciamento da conta.