Microsoft Azure: o que é e como funciona

Tempo de leitura: 2 minutos

Desde a origem, nos meados da década de 70, o conceito de computação em nuvem sofreu diversas evoluções. Assim, chegamos ao Microsoft Azure. O quê, como assim, o Azure é a computação em nuvem? Calma que a gente vai explicar tudo!

A Microsoft Azure

A computação em nuvem cresce de forma exponencial. Assim, hoje é usada por grandes empresas, microempresas e nos mais diversos computadores e celulares.

Mas, o que é isso exatamente? Basicamente, nós temos um sistema que permite o compartilhamento constante e armazenamento conjunto de dados, arquivos e sistemas na internet.

Com isso, milhares de empresas investiram em sistemas de nuvem. Aliás, muitas criaram suas próprias versões do sistema. Por isso, hoje no mercado há os sistemas em nuvem que são pagos e outros que são gratuitos.

A Microsoft, a maior empresa de computação de todo o mundo, deu um passo além no assunto.

Em 2010, ela lançou sua plataforma de computação em nuvem, Azure. Com isso, desde seu lançamento, esse sistema cresceu e triplicou o número de dígitos de seu valor.

O crescimento exacerbado desse sistema da Microsoft é devido a evidente qualidade de seus serviços. Os quais vamos mencionar no próximo tópico.

Serviços do Microsoft Azure

Ele é um dos mais populares e certamente mais versáteis sistemas de computação em nuvem já visto.

Atualmente, possui diversas ferramentas integradas diretamente no sistema. Logo, isso é bom porque permite o gerenciamento de máquinas virtuais, no Microsoft Windows ou Linux.

O Microsoft Azure permite também um ambiente simples e amigável. Com isso, os desenvolvedores e produtores de conteúdo podem gerenciar qualquer site, aplicativos, etc.

Aliás, sabia que nos celulares é possível a coleta e análise de dados em tempo real do uso de aplicativos e seus comportamentos. Com isso, dá para ser notificado de todas as ocorrências. E tem o HockeyApp, que pode ser usado para testes de aplicativos para celulares.

Afinal, é uma empresa em constante expansão. Logo, o sistema do Microsoft Azure também inclui em seu repertório diversos aplicativos de gerenciamento de banco de dados. Por fim, tem foco na comunicação interna e externa entre aplicativos relacionados. Além dos servidores de mídia e streaming.

O Microsoft Azure é muito caro?

Esse sistema de computação em rede permite acesso a uma gama de aplicativos e softwares, como já falamos. Atualmente, ele é está presente em milhares de máquinas disponíveis nos centros da Microsoft.

Sem a necessidade de pagar diretamente pelo software, com o Microsoft Azure você tem a opção de pagar somente pela utilização do programa. Assim, há a diminuição dos custos de contrato ou compra dos serviços de software.

A Microsoft também disponibilizou o Azure no Linux. Com isso,  permitiu a comunicação constante entre ambos os sistemas operacionais, seus serviços e arquivos, sem a menor taxa de conflito entre ambos.

Ficou curioso para saber mais do Microsoft Azure? Mande um cadastro para nós, no formulário abaixo e a gente inicia um bate-papo construtivo agora mesmo.

Podemos te ajudar?