A experiência do consumidor no e-commerce – 3 dicas para você não falhar

Tempo de leitura: 3 minutos

Antes de tudo, saiba que ao investir em vendas online você tem que se pôr no lugar do cliente porque todas as vezes que você fizer isso vai notar que a experiência do consumidor no e-commerce é um dos fatores mais importantes de todo negócio online.

Por exemplo, jamais se esqueça que o cliente quer e deve ser bem atendido. E isso não tem a ver apenas com mandar uma mensagem de envio de mercadoria no e-mail dele. Além disso, atender bem o cliente é fazer com que ele se sinta seguro ao comprar com você. Essas 3 dicas falam exatamente disso.

Por sinal, saiba que esse texto não é um grande passo a passo ou um livro que vai ditar todas as regras que podem fazer a diferença no seu e-commerce. No entanto, com certeza, pode ser visto como um primeiro passo para que você demonstre atenção com o seu consumidor.

1 – O bom atendimento

O bom atendimento ao cliente faz parte de toda a história do comércio, das vendas, das negociações. É fatal: quem não atende bem o cliente, acaba criando maiores chances de perde-lo rapidamente. E são muito raras as exceções.

Portanto, se você quer vender hoje e continuar vendendo sempre, o bom atendimento se torna fundamental. E o que seria um bom atendimento no e-commerce? Por exemplo, ter um bom suporte de atendimento, considerar a individualidade de cada consumidor e agir com empatia sempre.

Isso prova que não é preciso muito, certo?

2 – As formas de pagamento alternativas

O próximo ponto interessante para você focar na melhor experiência do consumidor no e-commerce é sobre as formas de pagamento. Atualmente, a gente tem várias pesquisas na internet que mostram a importância disso.

Dá para considerar que tem aqueles clientes mais tradicionais que optam por pagar no boleto porque ele acha que isso é mais seguro. Depois, tem aqueles mais modernos que usam as carteiras digitais, como Pay Pal ou Pic Pay. E tem quem queira dividir no cartão de crédito.

Portanto, quanto maior o leque de alternativas para pagar a compra maior a chance de que ele fechar o negócio com você.

3 – O checkout do carrinho de compras

Para quem é novo no assunto, eu explico, de forma breve, o que é o checkout: trata-se daquela página final da compra, logo após o consumidor escolher todos os itens que vai levar para casa – ou mandar entregar em casa, obviamente.

A ideia é que essa página tenha uma boa organização a ponto de listar ali, individualmente, o preço de cada produto e os possíveis desconto. Aliás, também é interessante que mostre os cupons de descontos, o valor do frete, a forma de pagamento, o prazo de entrega.

Assim, a ideia é que o seu consumidor tenha um belo de um resumo da compra.

O pós-venda na experiência do consumidor no e-commerce

Agora, jamais deixe de considerar o pós-venda como parte fundamental para o seu negócio prosperar e se tornar escalável. Assim sendo, você não deve (ou não deveria) se contentar em fazer uma única venda para aquele cliente.

O que acontece é muito simples: se o cliente for bem atendido e gostar do produto, ele vai voltar a comprar com você. Agora, o pós-venda tem essa missão justamente de criar uma relação direta com o seu cliente, o que nada mais é do que se importar com ele.

Ou seja, faça sempre pesquisas de opiniões, dê promoções e descontos para quem já comprou com você, lembre-se dos compradores mais assíduos, ofereça programas de vantagens para eles, informe sobre os novos preços ou produtos, etc.

Gostou das dicas? Então, continue nos acompanhando por aqui que sempre publicamos novos conteúdos, a fim de ajudar você a decolar no seu negócio digital. Bora lá.