10 passos infalíveis para criar um conteúdo de e-mail marketing relevante

Tempo de leitura: 3 minutos

Se nos dias atuais o e-mail continua sendo uma excelente ferramenta para o seu marketing. Por isso, nós vamos falar hoje sobre o conteúdo de e-mail marketing. De fato, ele precisa ser relevante!

Mas, o que é, de fato, um conteúdo relevante? É aquele material que você produz, manda para a sua lista e a maior parte das pessoas abre, leem e clicam.

Se você consegue gerar esse trânsito, saiba que está mandando bem na criação de conteúdos relevantes. Se ainda não consegue, confira esses 10 passos infalíveis e veja como é possível melhorar agora mesmo!

1 – Conheça o seu público

Você precisa fazer vários testes para conhecer o seu público. Só quando tiver esses recursos em mãos, vai conseguir entender as preferencias dele, aperfeiçoando a criação dos próximos conteúdos.

É preciso entender que existem muitos perfis dentro de uma única lista, portanto, existem também várias estratégias de conteúdos relevantes para cada pessoa. Isso é que chamamos de segmentação.

2 – Nunca se esqueça dos conteúdos informativos

Pode ser que o intuito seja uma venda, mas para o conteúdo ser relevante, ele precisará ser informativo. É quase impossível fugir disso.

Para observar se há informação boa o suficiente no seu conteúdo, fique atento à sua taxa de conversão de abertura e de cliques. Se ela não for positiva é porque está faltando engajamento.

Uma forma de alavancar essa qualidade dos conteúdos é apostar em vídeos.

E, logicamente, quando mais informado estiver o seu leitor, maior será a chance dele realizar uma compra.

3 – Use automações

Automações são recursos interessantes no e-mail marketing porque possibilita ativar o envio de um e-mail automaticamente, por exemplo.

Aliás, você pode também enviar uma nova oferta para um produto que já foi clicado, apenas para as pessoas que o fizeram.

Note que, se usado com sabedoria, esses recursos podem ser altamente positivos.

4 – Aposte em Títulos e Chamadas

O título faz parte do conteúdo, aliás, é a 1ª parte e, por isso, torna-se ainda mais importante. É com ele que você vai convencer o leitor a abrir o e-mail… Ou não.

Mesmo que você tenha um conteúdo espetacular, se não conseguir fazê-lo clicar, poderá perder uma boa venda.

5 – Personalize Mensagens

Quanto mais personalizada sua mensagem for, maior é a chance de você fazer o seu produto ser vendido. Logo, se uma automação já pode te ajudar, imagine criar e-mails marketing totalmente diferenciados…

6 – Conduza o Leitor

O termo “call-to-action” é quando você consegue fazer o seu leitor tomar uma atitude. Então, se você tem um título bom e muito conteúdo relevante, você, com certeza, vai conseguir guia-lo para algum lugar.

7 – Tenha uma recompensa Digital

É muito comum que um “presente” seja algo que gere interesse em qualquer pessoa. Portanto, ter um produto digital como forma de recompensa pode ser uma grande vantagem para você.

Use suas pesquisas e se convença de algo que seu público gostaria de ganhar: um e-book sobre alguma temática, links para tutoriais, planilhas ou cupons de desconto?

Assim, pense em algo que facilitaria a vida deles. Eis que isso tem tudo a ver com o conteúdo de e-mail marketing.

8 – Fique atento à periodicidade dos disparos

Esse é um tópico importante e que deve estar em conjunto com toda estratégia porque os e-mails disparados com muita frequência podem incomodar o seu público. E, de uma maneira geral, e causar o “opt-out”, que é quando a pessoa se deixa de ser cadastrada.

Leia também: Afinal de contas, o e-mail marketing funciona ainda?

Normalmente, quem dispara esses e-mails com menos frequência costuma ter mais engajamento com o público.

Assim sendo, não existe um número exato. Porém, o engajamento acontece melhor do que do lado de quem envia e-mail o tempo todo.

Aliás, tudo vai depender do seu público, da frequência com eles acessam a internet e, obviamente, da relevância do seu conteúdo.

9 – Quando tiver oportunidade, gere vendas

Se o seu conteúdo é relevante, você está no caminho certo. E, agora, pode começar a gerar vendas. Entenda, para tanto, as oportunidades.

As livrarias conseguiram aumentar os seus lucros ao oferecer livros com conteúdo político durante os momentos de crise na política brasileira. Parece óbvio, mas só quem apostou nessa linha conseguiu lucros.

Para isso, analise o mercado de forma global. E a concorrência também.

10 – Convença o Leitor a abrir o e-mail marketing

Se você seguir todos esses passos, com certeza vai conseguir fazer o seu leitor abrir o e-mail, ler e clicar no link que vai destiná-lo a outra página.

Portanto, é imprescindível compreender que é preciso criar conteúdo de e-mail marketing que seja relevantes todas as vezes.